Hotelaria bate recorde com investimento a atingir os 469 milhões de euros - Imobusiness

Skip links

Hotelaria bate recorde com investimento a atingir os 469 milhões de euros

O valor registado até junho é o mais elevado de sempre, sendo esta a primeira vez que o mercado português ultrapassa o espanhol.


O investimento em hotelaria, até ao primeiro semestre ascendeu a 469 milhões de euros, um valor recorde impulsionado, sobretudo, pela venda de três hotéis da cadeia Tivoli a um fundo de investimento norte-americano.

De acordo com o estudo “Hotel Investment in the Iberian Península”, da consultora Cushman & Wakefield, a venda dos três hotéis Tivoli, realizada pelos tailandeses da Minor ao fundo Invesco, no valor de 313 milhões de euros, é equivalente a mais de 66% do volume total transacionado.

De acordo com os analistas da Cushman & Wakefield, o investimento em hotelaria na região ibérica atingiu os 930 milhões de euros, o que representa uma diminuição de 3,2% face ao mesmo período de 2018.

A Cushman & Wakefield justifica esta descida com o facto de, em Espanha, o investimento ter caído de 850 milhões para 461 milhões de euros. No sentido contrário, no mercado português, registou-se um aumento de mais de 320%, de 111 milhões de euros contabilizados no primeiro semestre de 2018 para os referidos 469 milhões de euros até junho deste ano.

A consultora salienta que, esta é a primeira vez, que o mercado português ultrapassa o espanhol. O valor máximo anual atingido em Portugal data de 2008 e situou-se em 275 milhões de euros. Entre 2007 e o primeiro semestre de 2019, o investimento em hotelaria no país vizinho ultrapassou os 20 mil milhões de euros, sendo que, em Portugal, não foi além dos 2,2 mil milhões.

A rede Tivoli também já tinha esta envolvida numa das maiores transações em Portugal quando o grupo Minor comprou, em 2015, as quatro unidades hoteleiras da marca ao Fundo de Resolução, por 118 milhões de euros.