Atividade no mercado de reabilitação urbana inicia ano com ligeira queda - Imobusiness

Skip links

Atividade no mercado de reabilitação urbana inicia ano com ligeira queda

Os dados da Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas (AICCOPN) revelam que a redução de 0,3% na atividade é a segunda variação negativa registada depois de um crescimento ininterrupto, desde setembro de 2017.

O mercado da reabilitação urbana registou, em janeiro, uma redução ligeira no nível de atividade de 0,3%, face ao mesmo mês em 2019. Os dados foram divulgados pela Associação com base no inquérito mensal realizado junto dos empresários que atuam neste segmento.

Em comunicado, a AICCOPN realça que esta é “a segunda variação negativa registada após um crescimento ininterrupto, desde setembro de 2017”.

No que se refere ao índice ‘Carteira de Encomendas’, que mede a opinião dos empresários quanto ao nível das obras em carteira, a Associação conclui que há um acréscimo de 2,5%, face a janeiro de 2019. Este cenário “permite perspetivar nos próximos meses um retorno a uma trajetória positiva do índice nível de atividade”.

De acordo com o órgão liderado por Reis Campos, no mesmo em causa a produção contratada, ou seja, o tempo assegurado de laboração a um ritmo normal de produção, foi de 8,2 meses. Este desempenho representa um decréscimo face aos 9,5 verificados em janeiro de 2019 e uma estabilização face ao mês anterior.